Welcome to the Party, here are Satellite Stories

Quando pensamos na Finlandia, não nos ocorre, sob qualquer circunstancia, que de lá venha a festa. Mas, a questão é que vem, ou pelo menos é a opinião que eu tenho depois de ouvir este Phrases to Breack the Ice dos Satellite Stories.

Cheios de vida, de ritmo, de guitarras impacientes e acutilantes, com baterias inquietas e pulsantes, com linhas de baixo demasiado boas para passarem para um segundo plano, dando nos a impressão que são provavelmente de outro sitio qualquer que não a terra do gelo e do frio.


Quando os ouvi pela primeira vez pensei: "que facil que é fazer musica boa", (como o faziam os Supergrass e os Bloc Party, nos inicios do indie).
Os Satellite Stories mostram-nos como é facil fazer a festa, com as suas guitarras intercaladas em pausas de segundos, que se tornam quase dramáticas, e funcionam quase como um "respirador", ou seja, está tudo a correr de determinada forma, a malta entusiasma-se e... pausa... respira, e continua tudo outra vez, como se fosse para ganhar energia e mais folego para o que ainda falta.




A voz do rapaz que canta tem qualquer coisa que me faz sempre lembrar aquela urgencia de que eu gosto tanto, e que me agrada tanto na musica, que nos lembra que estamos vivos.
Os Satellite Stories tem qualquer coisa que faz vibrar, que faz com que, no intimo, eu ache que se por um qualquer acaso, o mundo se fosse auto-destruir em 60 segundos e não houvessem James Bond ou outros super-herois quaisquer para o salvar teriamos que morrer assim: felizes.



"I'm singing Bad Romance , Anti-lover I am", em Anti-Lover.

Comentários

Phonograph Me on Instagram