À noitinha, com os Catfish


Lembram-se dos franceses Catfish?
Falámos deles aqui, em 2014, por alturas do lançamento do disco de estreia, "Muddy Shivers". O duo francês está de volta com o EP "Morning Room", do qual faz parte "King of Monkeys", que nos chegou aos ouvidos há dias.

Não foi preciso muito para me convencer.
"King Of Monkeys" é uma canção com uma melodia viciante, marcada sobretudo pela cadência perfeita da bateria e pela linha de guitarra luminosa, a que se junta um orgão Farfisa que acrescenta cor à composição. Tem um refrão orelhudo que não nos larga mesmo depois de carregarmos no stop. E tem a voz aguerrida, fabulosa e tão característica de Amandine, que não deixa ninguém indiferente.


Apesar de ser uma canção mais pop, encontramos, em "King Of Monkeys", o som visceral, vivo, fervoroso, e até sensual a que nos habituaram no primeiro disco. Anos depois, continuam a soar-me tão bem como na primeira vez, e confesso que já tinha saudades deles.

Ainda não ouvi o resto do EP, mas a julgar por esta amostra, não posso (nem vou) deixá-lo de lado.

Comentários

Phonograph Me on Instagram